Bem vindo
Olá, bem-vindo ao Heroes Academy! Aqui você encontra os mais renomados heróis e os mais temidos vilões. Sinta-se a vontade para ser quem você quiser, dentro ou fora da academia. Contamos com você.
E somos melhores que a Sky High, tchau. q
Recentes
Últimos assuntos
» Ambientação
Dom Fev 14, 2016 3:04 pm por Galaco

» Ambientação
Dom Fev 14, 2016 3:03 pm por Galaco

» Ambientação
Dom Fev 14, 2016 3:00 pm por Galaco

» Ambientação
Dom Fev 14, 2016 2:59 pm por Galaco

» Ambientação
Dom Fev 14, 2016 2:57 pm por Galaco

» Ambientação
Dom Fev 14, 2016 2:50 pm por Galaco

» Ambientação
Dom Fev 14, 2016 2:46 pm por Galaco

» Ambientação
Dom Fev 14, 2016 2:36 pm por Galaco

» Ambientação
Dom Fev 14, 2016 2:32 pm por Galaco

» Ambientação
Dom Fev 14, 2016 2:22 pm por Galaco

» Ambientação
Dom Fev 14, 2016 2:16 pm por Galaco

» Moniz Wild Ferlazzo, Valentina
Qui Abr 09, 2015 7:03 am por Valentina M. W. Ferlazzo

» Registro de Avatar - Masculino e Feminino
Qui Abr 09, 2015 6:26 am por Valentina M. W. Ferlazzo

» Cirque du Vaux
Qua Abr 08, 2015 2:44 pm por Mërza

» Cannons Masculinos
Qua Abr 08, 2015 2:18 pm por Mërza


Anúncios

O sistema de aulas está pronto. Se faz parte dos grupos que são alunos da Helter High ( Heróis, Liga de Galaco, ajudantes, galaticus, cristacios, pseudo-vilões) Leia este "Tópico - Sistema de aulas"

Rede IW
Valar Morghulis Divergent Factions

Parceiros
Para ser parceiro do Heroes Academy, basta entrar nesse tópico e seguir seus comandos.

Instituto Mortiri


:: Topsites Zonkos - [Zks] ::

[FP] - Megan VonCrimmson

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] - Megan VonCrimmson

Mensagem por Megan VonCrimmson em Seg Jul 21, 2014 6:50 am



Megan VonCrimmson
"If you can judge me, are you dead?"
Personalidade

Seus olhos doces, da cor do céu, são a maior causa de sua depressão continua escondida através da vingança eterna que ela causa em pessoas que tampouco conhece, mas que utiliza como aporte para aumentar sua força de vontade. Cheia de segredos inigualáveis e mistérios imagináveis, ela transmite em seu tom de voz, o veludo e a tranquilidade de uma pessoa com confiança e espiritualidade elevada, como se tivesse em seu interior a segurança que uma pessoa fria e calculista precisa conter.

Para quem merece a morena até consegue até ajudar sem esperar contribuições póstumas, embora que a maior parte do tempo esteja pensando unicamente em seus anseios e usando os semelhantes apenas como elevadores para a conquista dos mesmos.  Com a arrogância que pegou da educação severa dos seus tios na França, passou por uma linha tênue entre a doçura e crueldade. O que antes era seu maior defeito se tornou sua principal destreza, a persuasão: com palavras doces ela consegue iludir todos com a lábia aprimorada. Perceptiva, consegue identificar até os meros detalhes dos seres opostos, captando pontos fortes e fracos apenas com o olhar.

Reafirma com todas as expressões positivas que nunca amou ninguém, embora que no fundo do subconsciente a dúvida cruel entre sua opção sexual seja a maior causa de sua constante indecisão, bipolaridade e aptidão sexual elevada. Questiona os maiores filósofos, querendo saber como conseguem associar o coração ao amor, se o mesmo apenas bombeia sangue para as veias e não comanda em nenhum aspecto os sentimentos, que na realidade são deliberados pelo cérebro.

Consegue ser sutil quando quer e conquista apenas com a forma tocante de olhar a pessoa de cima a baixo. Quando se sente ameaçada, aposta em suas presas para conseguir derrubar o inimigo debaixo de um salto Louis Vuitton. Ela pode surpreender todos, até mesmo as pessoas mais próximas, já que sua intensa bipolaridade causa mudanças relativas em sua forma de pensar e agir, mas se acaba ficando cruel e antipática na maior parte do tempo.
Se por regra os aristocratas costumam seguir uma linha rígida de conduta, então esta é uma completa exceção. Longe de transparecer aquele protótipo de exemplar procedimento, a personalidade insolente de Megan não conforma-se com os eixos da modéstia de sua família. Tal aspecto lhe rendeu uma assombrosa narrativa de vida. A rotulam constantemente como blasfêmia - uma obra-prima do próprio diabo, minuciosamente entalhada sob as delícias do álcool, a calamidade da violência e, sobretudo, um colossal desejo por liberdade.
20 anos
Renegados
Eletrocinese
Shock Lady
Mrs. Crimmson ou Meg (para os amigos)
Megan Fox

Historia

”Quem é você? Você está em contato com todas as suas fantasias mais sombrias? Você criou uma vida para si mesma onde é livre para experimentá-la? Eu criei. Sou maluca pra caramba. Mas sou livre.”

Esta história não se inicia com o irromper do pranto de uma criança recém-nascida num dia especialmente distinto dos demais. Contudo, como alguns clichês se consolidam dentro de nós e dali recusam-se a sair, ela ainda desperta através das lágrimas de alguém. Substituindo os gritos alarmantes de um bebê, temos o lamento silencioso de um homem cobiçado, que decai sobre o cadáver da única pessoa que foi capaz de amá-lo com intensidade similar. Trevor Longstride chora pela perda de Ariana VonCrimmson, sua falecida esposa. Ou melhor, sua falecida razão.

[…]

Anos passaram no formato de um turbilhão de recordações desprezíveis. Cotidianamente, na classe acadêmica, Megan testemunhava suas companheiras relatarem as desventuras de se ter uma mãe. Não que isso a fizesse exibir algum favoritismo por ter perdido a sua, pelo contrário; evidenciava a carência pessoal que nenhuma cédula de cem dólares poderia suprir. Bem, não se pode enganar a morte por muito tempo.

Trevor uniu-se matrimonialmente pela segunda vez. A sortuda? Uma suposta colega de Ariana, Miranda, que provocava náuseas na garota apenas lhe dirigindo uma frase. Tinham um filho juntos, o Frederic. Ele era abastecido com todo o afeto possível, fato duplamente invejado. Atracado em um estúdio cinematográfico por quase vinte e quatro horas, Trevor sequer fazia menção de um cumprimento à Megan. As breves transições entre intervalos do trabalho eram voltadas aos caprichos da madrasta e regalias do caçula.

A raiva vinha anexada de uma miríade de planejamentos. Todos entrelaçados por um elo em comum: revolta. Queria obter destaque naquele ambiente desigual. Disposta a assumir consequências de uma tragédia, Meg deixou-se conduzir pelo humor volátil.

O manto noturno revestia o céu, indicando uma noite gélida aos habitantes da extensa Birmingham. Ninguém ousara botar os pés para fora de casa - a brisa glacial, por si só, intimidava os desavisados. Enriquecida pela pigmentação luminosa das lamparinas, a Mansão VonCrimmson comportava flocos de neve desfalecidos em sua telha ranzinza.
Uma silhueta volumosa perambulava pelos corredores durante a madrugada, imperceptível. Seus passos arrancavam bates surdos do assoalho. À medida que margeava o cômodo no vértice da galeria, sustentava a base de um gládio cartesiano.

A porta esgueirou, consentindo com o acesso de feixes incandescentes na saleta bronzeada. Frederic abalou os membros inferiores, transpondo-se ao estado de letargia. - Olá. - a voz sádica soou, empregada de vestígios de frieza. Um soluço custoso obstruiu a garganta do menino, abafando suas tentativas de manifestar-se. - Adeus - o braço armado estocou o ar, culminando no inserimento do punhal sobre o peito de Frederic. Seus músculos perdiam o vigor, a pupila esvaecia. O sangue caiu bem ao paladar da figura desconhecida assasina - ela o degustou como se fosse vinho.

[…]

O entardecer chorava como se soubesse o que estava acontecendo debaixo dos céus acinzentados por grossas e pesadas nuvens.

A chuva pesava, doía, caía como rochas nas costas dos que ali presente estavam. Era como ácido, corroía a alma. Disfarçava as lágrimas de cada um. Era como se houvesse uma desculpa para não segurar mais o choro - até os céus choravam naquela triste tarde de domingo.

No rosto de cada um, seus sentimentos, suas lembranças. Alguém morre, mas não morre sozinho. A pessoa morre cinco, seis, sete, dezenas de vezes, dentro de cada pessoa que cruzou sua trajetória de vida.

Morte.

O ponto final ou uma ponte final?

São várias crenças, cada um acredita em algo diferente. Cada qual acha que vai para algum lugar.

Alguns se consolam que é apenas um breve descanso para a “glória ao lado de Deus”. Outros acreditam que é apenas o fim de um longo, talvez até curto, aprendizado. Talvez um carma. Ou quem sabe o fim de tudo.

Alma? Espírito? Quais os conceitos disso, afinal de contas?

A marcha fúnebre cessou. Os primeiros resquícios de terra vedavam o caixão no subsolo. Mais que isso, vedavam um segredo condenado a ser eternamente secreto. - Eu te vingarei, irmãozinho. - uma lágrima serpeou as maçãs-do-rosto da jovem, fervilhando-a.

Juventude & Escândalos

”O escândalo do mundo é o que faz a ofensa. E pecar em silêncio não é pecar totalmente.”

O incidente de três anos atrás fora mascarado da mídia, escolha de Megan, que não conformou-se em ser ofuscada por algo tão natural, e convenceu o pai e a madrasta a esconderem tudo, mas de que modo? Talvez do mesmo que a figura desconhecida usufruiu para Fred não gritar de dor. O intocável brasão dos VonCrimmson seria agredido pela crítica caso qualquer rumor ascendesse aos tabloides locais. Desde então, Megan sucumbia à sede insaciável por bebidas álcoolicas, aplacando uma insanidade anormal, fruto do contínuo uso de nicotina.

Embora os esforços do pai assegurassem sua privacidade absoluta, a falta de estribeiras condenava o porvir de uma clássica linhagem favorecida pelo sistema monetário.

Amante da alta velocidade, Meg aventurava-se nas piores motocicletas da cidade. E ”piores” não refere-se exatamente às condições do veículo, e sim ao senso moral de seus pilotos: cafajestes de primeira, traduzindo com precisão o termo ”badboy de cinema”.

Sexo selvagem. Afrodisíaco. Adorava sentir jaquetas de couro roçando seu rosto enquanto era penetrada. A fragância da viril transpiração masculina a atraía: na verdade, era o antídoto para seu apetite sexual inacabável. Num desses clímax rotineiros, foi flagrada pelas lentes de um paparazzi. O vídeo rapidamente tornou-se viral na internet; páginas da web famosas, como o blog de Perez Hilton, vulgarizavam o sextape.

O escândalo estampava a primeira páginas das gazetas de toda a Inglaterra. Divergências relativas à estabilidade psicológica dos VonCrimmson eclodiam. A necessidade de uma válvula de escape jamais palpitou tanto.

Helter High Academy

Manhã nublada, harmonizando com o coro da chuva que se espalhava sob os pneus trafegados a cada dez segundos na pista úmida. As núvens que faceavam o sol aderiam uma nova química às suas gotas, e quando despencavam, continham a essência luminosa. Era como se chovesse diamantes, nos quais as pessoas pisavam, desestimando a gratuidade com que lhes enriquecia a natureza.

- Não tenho o dia inteiro, garota. Anda. - a porta do veículo esgueirou uma ala de passagem. O robusto braço do homem chocou-se contra as costelas de Megan, arrojando-a contra o exterior. Mais um pesadelo letivo na complexada escola de humanos.

O corredor tumultuado espremia seus passos, era uma avalanche de sons e pesos humanos colocando-a em provação para achar sua escapada. Apertava os livros sobre o busto e mantinha a cabeça na altura em que se ocultava sob as madeixas atufadas, encrespadas; apenas um olho para esmiuçar os caminhos transitórios que se abriam entre os estudantes.

Há meses, a difamação de sua imagem obrigou seu pai a remanejá-la de município. Acreditava que encontrar sua alma gêmea artística resgataria a clássica Megan, que comovia-se ao assistir noticiários banais, do gênero ”A Miséria das Crianças Africanas” até ”Salve o Planeta”. Estava errado.

Doses diárias de morfina eram injetadas em sua corrente sanguínea, induzindo sonos terapêuticos que a vetavam de atividades lecionadas. O legítimo colapso psíquico veio à tona quando estapeou uma orientadora, agravando sua circunstância nada favorável na sociedade britânica.

Mediando convênios judiciários, chegou-se a conclusão de que o comportamento hostil era produto de uma sucessão de perturbações no período infantil. A solução tinha nome. Helter High Academy, que a tempo a confortou depois de uma minunciosa e dolorosa confissão sobre a morte de Frederic, seu irmão.

A Chegada. A Saída.

No decorrer que o Volvo negro deslizava pela viela pacata, Megan desmanchava-se em lembranças relativas à Birminghan. O contador embutido no painel digital indicava 07h e 30 minutos, embora não precisasse dele para inferir que estavam sob o auspício da manhã.

Muros gastos, a tênue neblina ornamentando cada milímetro do asfalto… Como dizem, certas coisas nunca mudam. A coletânea, de certo modo, cativou uma nostalgia provisória.

A chuva da madrugada anterior ainda gotejava. Todos esses fatores contribuíram para que Megan assimilasse uma fantasia infantil: livre, inocente. Sem limites. Até que a ríspida voz do condutor uniu mente e corpo, trazendo a amarga realidade. - Creio que chegamos, Mrs. Crimmson.

Subiu o olhar, examinando o letreiro ‘’Helter High Academy’’ gravado em uma placa. O aroma da cafeína matinal infestou suas narinas quando escapuliram para fora do estofado. - Dizem que esse lugar é um inferno. Você está preparada? - questionou, invadindo um território pessoal que não o pertencia.

- É melhor reinar no inferno do que servir no céu. - apesar  da intromissão petulante, Megan geriu um sorriso inesperado. A partir daí, mergulhara de cabeça no submundo, pronta para fazer frente ao próprio Satanás.

A batalha por mostrar um sorriso a todos os cidadãos dentro da Academia, foi rígida, e Megan confessa que foram dias dificeis. Sua raiva era pura e seu controle pelo poder dos raios, era quase nulo. A renegaram obrigando-a a despedir-se daquela Academia enquanto Meg não acha-se outra forma de se integrar na sociedade, nada poderia ser feito.

Três anos se passaram. A bela jovem que antes era uma adolescentes, agora era uma adulta de corpo bem esculpido, olhos cor do mais limpo  céu em dias de Sol ardente, e de mentalidade própria. Aprende a viver por sua conta, e está pronta para o que der e vier.
avatar
Megan VonCrimmson

Doláres : 11030

Ficha do personagem
Poder:
Espécie:
Pertences:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] - Megan VonCrimmson

Mensagem por Galaco em Seg Jul 21, 2014 1:40 pm


Ficha Aprovada


Megan VonCrimmson - SUA FICHA FOI APROVADA



Por: Even Steffan.


@
avatar
Galaco
Galaco
Galaco

Doláres : 17365

Ficha do personagem
Poder:
Espécie: Divindade
Pertences:

Ver perfil do usuário http://heroesacademy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum